Dois edifícios situados no Centro Histórico de Salvador (BA)

– Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira  Muncab, Rua do Tesouro S/N, Centro

– Faculdade de Medicina da Bahia  FMB, Largo do Terreiro de Jesus, Centro

 

..

 

.

.

 

 

.

.

 

.

Muncab

.

.

.

 

.

.

 

Mulher-Dama  Entre janeiro e fevereiro de 1966, Flàvio Damm visitou o mundo da prostituição da Cidade da Bahia com sua inseparável Leica, voltando o olhar de caçador de “instantes decisivos” para o cotidiano dos bordéis, conhecidos como “castelos”, e das ruas, sobretudo as do Maciel. Um mundo em transição, que vivia os últimos lampejos de sua fase mais glamorosa, já entrando em decadência. O ensaio lhe fora proposto pelo amigo Jorge Amado para um futuro livro sobre prostitutas e seus espaços de vida, que levaria o título de “Mulher-Dama”, termo muito usada na época.

Deveria ter sido a segunda parceria dos dois, na sequência de “Bahia Boa Terra Bahia”, publicado em 1967 e que incluia, além de fotos e textos, desenhos de Carybé. Diante do clima de terror instalado no Brasil por causa do AI-5, marcando o início do periodo mais violento e repressivo da ditadura, o escritor decidiu suspender o projeto, a principio para retomà-lo mais adiante. Naquele momento, sofreiria censura qualquer abordagem simpática à prostituição, tema interdito pelos militares. Com o passar do tempo se dispersaram, e o projeto acabou abandonado.

Cinquenta anos depois, o reencontro. Mostrado pela primeira vez, o ensaio é acompanhado de uma espècie de legenda, uma frase do capítulo final do romance “Tereza Batista Cansada de Guerra”, quando a valente protagonista lidera uma revolta contra a remoção da zona do Centro de Salvador, “limpeza” que atenderia aos interesses do capital imobiliàrio. Comovida pela luta das mulheres, numa noite agitada o poeta Castro Alves sai da sua estátua para se juntar ao motim e, ao amanhecer, já de volta ao lugar de sempre, é visto com um braço estendido para o mar e o outro segurando um cartaz rasgado, onde se lè:  Todo Poder às Putas

Silvana Olivieri, Curadora

 

.

.

.

térreo, espaço de exposição “Mulher-Dama”

.

.

 

térreo, espaço de exposição “Mulher-Dama”

.

.

.

 

primeiro andar, exposição “Arte e História da Cultura Afro Brasileira”

.

.

.

salão central com cúpola, segundo andar

.

.

terraço ala leste, segundo andar

.

 

.

.

espaços segundo andar

.

.

.

Gradil “Histórias de Ogum”, peça criada pelo Artista Plástico J. Cunha e fabricada por Jorge Lima Artefatos de Metal

.

.

.

.

.

.

.

.

FMB

.

.

.

.

 

Largo do Terreiro de Jesus

.

.

..

térreo, foyer, hall de entrada

.

terréo, átrio/pátio leste

.

 

corredor

.

 

 

térreo, varandas, jardim

.

.

.

escadaria, térreo

.

 

escadaria, primeiro andar

.

.

.

 

 

átrio/pátio leste, primeiro andar.

 

verandas, primeiro andar

.

perímetro oeste da cidade histórica

.

semirotunda do Grande Anfiteatro

.

.

.

cadeira tripla, conjunta

.

.

 

.

imagens históricas

.

.

.

Largo terreiro de Jesus

.

Rua das Portas do Carmo

.

.

anfi teatro  exterior/interior

.

 

.

 

 

 

 

.

.

.

 

 

 

 

2 thoughts on “Dois edifícios situados no Centro Histórico de Salvador (BA)

  1. Olá, querida! Claro que lembro de vocês…

    As fotos ficaram maravilhosasss, eu amei todas! Ficaram muito boas, irei mostrar aos diretores das duas instituições. Parabenize Ben por mim e diga que ele é um ótimo fotógrafo.

    Obrigada pela lembrança, foi bom conhecer vocês.

    Beijos!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.