Cecilia Lang – Mestre Messias dos Santos – Rio de Janiero

“Delicadamente Nobre” (youtube, video, english subtitles) – Documentary – Art – Jongo, Poetry, Painting – Cataguases – Santa Teresa RJ

.

– Messias dos Santos – Parque das Ruinas – 2008.07.27 

– Dicionàrio Cravo Albin da Música Popular brasileira

– Carioquice, número 28

Jornal do Brasil 2011           – Jornal do Brasil  1991      

– Messias dos Santos 1942 – 2011

– “Messias dos Santos” Bio and more

.

.

.


Parque das Ruinas, Rio de Janeiro 2008.06.27

.

.

Cecília Lang é diretora, editora e atriz. Seu primeiro curta-metragem ‘Para Sí Olhar’, realizado em 1999, foi vencedor do Primeiro Lugar do Prêmio Novos Zalentos RioArte/2000. Em 2003 produziu seu segundo curta-metragem ‘Um Movimento Quase Qualquer’, uma co-produção Brasil França, exibido nos Festivais Internacionais de Cinema de São Paulo BR, Rotterdam, Amsterdam, Rio de Janeiro entre outros.

Em 2005 foi selecionada pelo Governo Francês para participar de uma especialização em documentário realizada em parceria pelo Ministério das Relações Estrangeiras (França) e a Escola Superior de Artes Áudio Visuais La Femis.

Em 2007 dirigiu o documentário “Messias, Delicadamente Nobre”,um filme sobre o músico, pintor e pensador da cultura negra brasileira, Messia dos Santos, popularmente chamado de Mestre Messias. O filme foi exebido em diversos festivais no Brasil e em 2009 teve sua première mundial no Festival Internacional de Cinema de Zanzibar  ZIFF 2009 na Tanzânia, África Oriental.

.

.

10 thoughts on “Cecilia Lang – Mestre Messias dos Santos – Rio de Janiero

  1. Hallo Ben,

    wir sind uns bislang nur ein oder zweimal kurz begegnet, zuletzt in Santa Teresa, auf dem “Lançamento” des DVD über und mit unserem Freund Messias, zusammen mit Cecília Lang im “Parque das Ruinas” (Juni 2008). Vielleicht kannst Du Dich ja noch daran erinnern …

    Zu meinem Anliegen:
    Anlässlich der bevorstehenden Veröffentlichung der ersten CD von Messias (genau gesagt: CD, Buch und DVD), hat mich Messias persönlich darum gebeten, mit Dir in Kontakt zu treten.
    Das Projekt ist sehr weit fortgeschritten, praktisch alle Aufnahmen für die orginalen 14 Musiktitel sind “Im Kasten” (und die Urheber- und Interpreten-Rechte von Messias international registriert) und es wartet nun auf professionelle Abmischung und Mastering.

    Aus dem CD-Cover ist inzwischen ein regelrechtes Buch mit etwa 120 Seiten erwachsen (60 Doppelseiten – Format etwas grösser, als eine CD-Jewel-box) und Andreas Schoyerer hat kostenloses Film-Material bereitgestellt, welches zusammen mit einer Animation mit Messias Marionette, Fotos und Kunstwerken von Messias in hoher Auflösung und anderem mehr in die beigelegte DVD mit vielen “Extras” eingebunden wird.

    Bisher konnte ich alles mit meiner kleinen Produktionsfirma vor-finanzieren (im Wert von ca. R$ 30.000,00 für Produktion, Musiker, Studiozeit, Techniker, usw.) aber jetzt, kurz vor Fertigstellung, ist uns das Geld gänzlich ausgegangen (was u.a. auch mit der derzeitigen Weltfinanzkrise zusammenhängt).

    Bisher haben wir das Projekt bereits bei der Petrobrás (Petrobrás Cultural 2009/2010) eingeschrieben, es gehörte aber leider nicht zu den Auserwählten. Der nächste Schritt ist unsere Teilnahme an der Ausschreibung der FUNARTE (Edita de Apoio para Gravação de Musica Popular Brasileira) aber auch hier gibt es natürlich keinerlei Garantien bis zur Endauswahl zu gelangen. Weitere Teilnahmen sind für das Kultur-Edital der bras. Cosmetikfirma “Natura” aus Minas Gerais und auch andere geplant, wobei sich konkrete (finanzielle) Resultate aber auch noch bis 2011 oder darüber hinaus verzögern können, wenn das Projekt überhaupt in die Endausscheidung gelangt.

    Da wir aber unter Zugzwang und Zeitnot stehen (begonnen im Juli 2008, erwartet “die Welt” dieses Werk nun mit grosser Ungeduld, von Messias’s Geduld ganz zu Schweigen) habe ich meine “Scheu” überwunden, und folge nun dem Ratschlag von Messias selbst, mit Dir Kontakt aufzunehmen. Messias sprach von “Deiner” Fundação, welche afrikanische und afro-brasilianische Kultur und Künstler fördert, soweit ich das verstanden habe. Es würde mich (uns) sehr interessieren, zu erfahren, ob Du eine Chance siehst, zusammen mit dieser NGO (ONG) etwas für dieses einzigartige Projekt zu tun, sei es in Form von “Apoio Financeiro” oder auch in Form eines “Darlehens”, welches einzig und allein dazu dienen soll, das Gesamtprodukt (Album) mit CD, Buch und DVD auf den Weg zu bringen, bzw. die mindestens 1.000 (besser 2000) Kopien ordern zu können !!! Ausserdem ist eine Show für das “Lancamento” geplant und die dazugehörige Pressearbeit.

    Solltest Du, bzw. die o.g. “Fundação” (deren Namen Messias mir nicht nennen konnte) Interesse an dieser Sache haben, bzw. Möglichkeiten zur Fiinanzierung der noch notwendigen Schritte sehen, so bin ich selbstverständlich bereit, eine detaillierte Kostenaufstellung vorzulegen. Um mutmassliche Sponsoren besser informieren zu können, habe ich vor kurzer Zeit Messias’s Homepage ins Netz gestellt.

    http://mestremessias.mix.art.br
    oder auch
    http://www.mix.art.br/mestremessias

    Bitte schau doch mal hinein, um Dich genauer über den Stand der Dinge zu informieren !! Auf der Seite findest Du auch EIN Hörbeispiel mit Samples von ALLEN 14 Musiktiteln hintereinander (noch nicht vollständig aufgenommen und auch noch nicht abgemischt/gemastert) und ein 5 minütiges Interview mit Mestre Messias, wobei es vor Allem um die Produktione dieser CD geht. Die Webseite selbst wird Dir weitere Schlüssel zum Verständniss unserer Arbeit geben.

    Es würde mich sehr freuen, von Dir baldmöglichst ein Lebenszeicehn zu erhalten 🙂 Gerne würde ich Dich bei Deinem nächsten Besuch in Rio auch einmal näher kennenlernen …

    Im Vorraus vielen Dank für Deine Bemühungen,
    Mit herzlichen Grüssen aus Santa Teresa,

    Michael

  2. Lieber Michael,

    seit zwei Wochen wartest Du auf eine Antwort von mir; ich bitte Dich um Entschuldigung für die verspätete Antwort.

    Könnte ich in der Sache helfen, hätte ich gleich nachgefragt: “Wieviel?” Es ist aber so, dass ich, persönlich, nicht weiterhelfen kann und habe mir deshalb unterdessen überlegt, wer Dir unter die Arme greifen könnte: Ohne Resultat.

    Ich habe mich, vor allem letztes Jahr, für afrikanische Projekte eingesetzt, welche meine bescheidenen ökonomischen Möglichkeiten voll ausschöpfen. Nichts zu machen.

    Zur “NGO”, von der Messias spricht: Wahrscheinlich meint er Casa Daros, http://www.daros-latinamerica.net/Museum für moderne lateinamerikanische Kunst, für welches ich einige Zeit gearbeitet (und Messias in Santa Teresa kennengelernt) hatte.
    Casa Daros hätte zwar, nach meiner Meinung die Mittel, um solche Projekte zu verwirklichen, nur, die Leute dort bewegen sich eher im “elitären Bereich” der Künste. Und die Leute dort haben Messias seinerzeit auch kennen gelernt, aber es ist kein “Funken” gesprungen.

    Ich wünsche Dir, dass Du bald eine Lösung finden wirst, und das Projekt zu Ende führen kannst, vor allem auch, weil schon so viel Arbeit gemacht ist.

    Mit herzlichem Gruss, ben

    http://ch.linkedin.com/in/benhuser

  3. Hallo lieber Ben,

    es ist sehr nett von Dir, dass Du mir so ausführlich geantwortet hat, auch ohne konkretes Resultat 😉

    Ich werde mal Kontakt mit den Leuten von “Daros” aufnehmen, vielleicht sind sie ja jetzt eher zu Begeistern, wo wir schon soviel Vorarbeit mit der Aufnahmen, Gestaltung, Aufarbeitung und der “Verpackung” geleistet haben. Ich jedenfalls halte diese Arbeit für absolut förderungswert !!

    Und so günstig bekommen die sonst bestimmt kein komplettes Buch mit CD und DVD, welches sicherlich auch in Europa und der Schweiz auf positive Resonanz stossen wird, davon bin ich fest überzeugt.

    Jedenfalls meinen herzlichen Dank für Deine Antwort ! Messias und ich wünschen Dir viel Glück und Erfolg bei Deiner Arbeit in Afrika (wo bist Du denn genau ?) und hoffe auf ein baldiges Wiedersehen in Rio !

    Um grande abraço, Michael

    P.S.: ich kopiere Cornelius Rohr, wo Messias sich in diesem Moment befindet (er wohnt aber bei Andreas im Dachgeschoss); somit Cornelius diese mail für ihn detailliert übersetzen kann, wenn er Zeit hat (danke Cornelius 🙂

  4. Fico muito feliz por saber que alguém conseguiu captar a mestria do mestre Messias para filme. Infelizmente, pelas mais diversas razões, incluindo o meu regresso a Portugal, não o consegui fazer.
    Beijo no coração Mestre e parabéns à Cecília pelo documentário.

  5. Mestre Messias (1942 – 2011)

    28/02/2011 por André Luís Câmara

    No fim da tarde de sábado, 26 de fevereiro, Messias dos Santos bebeu sua última cerveja no Bar do Gomez (foto), em Santa Teresa, bairro onde morava e se tornou espécie de personagem folclórico. Mestre Messias, como era conhecido, costumava ali ser constantemente fotografado por turistas curiosos com a elegância extravagante de seu chapéu por ele mesmo pintado. Poderia ter sido mais uma tarde de sábado em que teria falado de suas canções, seus quadros, do CD gravado com a participação carinhosa de tantos músicos que o admiravam. Mas, poucas horas depois, o Mestre morria na companhia do amigo que, nos últimos anos, o acolhera com um lugar para morar.

    Natural de Cataguazes, em Minas Gerais, vivia dizendo que voltaria para lá. Pensando nessa possibilidade pintou o quadro Pedacim de trem, que retrata a estação ferroviária da terra natal e do qual resplandece um amarelo carregado de muita vida. Nunca conseguia dinheiro para realizar o retorno à Cataguazes. Contava sempre com os amigos que gostavam de sua música e sua pintura e com eles trocava ideias pelas esquinas do bairro que amava. Foi assim, por exemplo, que a Casa Áurea tornou-se ponto de referência para apreciadores de seus quadros. Assim também fez parte da recente exposição do fotógrafo Ricardo Beliel, que clicou perfis de pessoas carcaterísticas de Santa Teresa. E assim foi filmado por Cecília Lang no documentário Messias dos Santos, delicadamente nobre.

    André Cunha, Pedro Lima e Cristina Bhering são apenas alguns dos muitos músicos que sempre o acompanharam em canjas dadas em bares como Simplesmente e Marcô. Acalentava a esperança de ver lançado seu primeiro CD, produzido pelo alemão Michael Sexauer, que traz canções feitas na década de 1960, no período em que viveu em Juiz de Fora, e outras dos anos 2000, como o saboroso samba Negro carioca. Caberá a Michael lançar postumamente esse tributo ao Mestre que reúne, entre outros, Tomás e Gabriel Improta, Robertinho Silva, e até um coro de crianças que remete ao antológico Minas, de Milton Nascimento.

    Ao saberem de sua morte, amigos emocionaram-se num brinde ao Mestre, na esquina do Bar do Gomez, e lembraram sua obra-prima, Jongo diminuto e uma canção que diz assim: “…pra te encontrar na madrugada/ e te guardar dentro das cores”. Marcos Nogueira, o Marquinhos das marionetes, reconhecido pelos maravilhosos bonecos que faz de Cartola, Tim Maia, Raul Seixas, Gilberto Gil, entre outros, se lembra da época em que morou com Messias, em dias de completa pindaíba. “Certa vez ele vendeu um quadro. Chegou em casa e falou: ‘agora é nós’! E fomos jantar fora e beber pelos restaurantes de Santa Teresa durante alguns dias, até o dinheiro do quadro acabar”.

    Messias dos Santos era assim. Ao partir para a Eternidade, aos 68 anos, dele ficam um chapéu, um sorriso e uma herança de cores, acordes e versos. Valeu, Messias! Agora é nós!

    Veja Messias tocando o Jongo diminuto.

    Leia o verbete Messias dos Santos no Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira.

    http://andreluiscamara.wordpress.com

  6. Oi Ben,

    É, ficamos por aquí sem ele…..

    But i feel that he left in peace…. and something touches me so much…. the last message that he left in the answer machine of Michael he sad that he would have a meeting with me at 15 pm… but it did’nt exist… viagens de Messias…

    Yesterday we went to the church, me, Pedro, Marcelo, Daniel (film editor) and, Pedro and Marcelo played music to him… it was very beautiful… after we went to the ‘Bar do Gomez’ and we had a drink to him!

    He was there with us!

    I’m really glad to have had the chance to direct one short film about him… i thank you both for that! I learned so much with him… and now is kept in my heart with ‘plein d’amour’. Et dans le film aussi, il est vivant et plein d’ amour!

    Espero que com você também esteja tudo bem, quando vier ao Brasil dê notícias!

    Um forte abraço,

    Cecília

  7. Tributo ao Mestre Messias, 01 de Maio, Parque das Ruínas, Santa Teresa, Rio de Janiero

    Sobre o Projeto

    O TRIBUTO ESTÁ CONTANDO COM O APOIO DE TODOS: MÚSICOS, AMIGOS E FAMILIARES DE MESSIAS, PARA UMA VERDADEIRA PRODUÇÃO COLETIVA E DEMOCRÁTICA, BASEADA EM SOLIDARIDADE E ATITUDES PROATIVAS !

    TORÇENDO PARA O SUCCESSO AO TRIBUTO ! A COORDENAÇÃO DA PROGRAMAÇÃO MUSICAL E O LANÇAMENTO OFICIAL DO CD “RETRATO DE UM VIOLEIRO”, CONTINUARÁ SENDO MINHA RESPONSABILIDADE !

    GRATO DESDE JÁ !

    Um grande abraço,

    Michael Sexauer / tuhumusic

    http://www.produrama.com.br/project/tributo-ao-mestre-messias

    (produtor fonográfico e editor das obras de Mestre Messias)

  8. OlÁ PESSOAL 🙂

    PARA QUEM NÃO TÉM COMO ACOMPANHAR OS ACONTECIMENTOS NO FACEBOOK,
    JUNTEI ALGUMAS INFORMAÇÕES, EM SEGUIDA:

    página do TRIBUTO AO MESTRE MESSIAS:
    http://www.facebook.com/event.php?eid=190095804365387

    Outras páginas para maiores informações:
    http://www.mix.art.br/mestremessias/Tributo.html
    http://www.facebook.com/mestremessias
    http://www.facebook.com/pages/Mestre-Messias-Retrato-de-um-Violeiro/192133084130621

    Ainde segue, em anexo, uma cópia do cartaz do evento, já colocado em diversos locais de Santa Teresa.
    No próximo e-mail, enviarei uma cópia do arquivo em ALTA RESOLUÇÃO e mais tarde vou levar um cartaz aí para colocação no Parque das Ruínas.

    O evento está sendo bem falado e divulgado via facebook e também via “boca-a-boca”, então esperamos um evento lotado.

    Até lá,
    Um grande abraço,
    Michael

    SEGUE INFORMAÇÃO DETALHADA / LISTA DOS MÚSICOS, CARTAZ, ETC …

    > SEJA BEMVINDO – Lista de artístas confirmados(as) no final desta introdução.

    > INFO: A grande maioria dos amigos de Messias não quis quaisquer patrocínios ou financiamentos para o evento, para ficarmos independentes de interesses individuais !

    > POR ISSO, ALÉM DAS GENEROSAS CONTRIBUIÇÕES ARTÍSTICAS, O TRIBUTO NECESSITA DO SEU APOIO PRÁTICO ! VOCÊ PODE PARTICIPAR COM EQUIPAMENTOS, DAR UMA FORÇA NA PRODUÇÃO, AJUDAR COM A DIVULGAÇÃO … E ATÉ DOAR DINHEIRO 😉 ACOMPANHE A EVOLUÇÃO DOS PREPARATIVOS E ESCREVE UMA MENSAGEM NO MURAL DESTA PÁGINA !

    > AGORA É NÓS – O TRIBUTO AO MESTRE MESSIAS É UM EVENTO PARTICIPATIVO, UM FESTA COMUNITÁRIA, DE FATO, BASEADO EM SOLIDARIDADE E ATITUDES PROATIVAS !

    > GRUPO DE PRODUÇÃO: GURUFIM DO MESTRE (no facebook)

    > ARTÍSTAS CONFIRMADOS(AS) ATÉ AGORA (terça 26/04):
    (por ordem alfabética)

    André Cunha (violin)
    “Balança Teresa” (banda do bairro)
    Beto Monteiro (voz e violão)
    Carlito Gepe (baixo)
    Delfina Renke Reis (voz, artísta plástica)
    Dei Ribas (voz e percussão)
    DJ ZOD (toca sua coleção de etnomúsica e afins, além do CD de Messias)
    Felipe Abido (violão 7-cordas)
    Gabriel Improta (violão)
    Gabriel Moura (voz, violão)
    Lars Hokerberg (acordeon, teclados)
    Luciana Savina (voz e coro)
    Márcia Romano (voz)
    Marco Nogueira (Marionetista)
    Marcos Esculeba (percussão)
    Marcelo Aragão (violão)
    Mirele Guedes (voz, coro e mais)
    Pedro Lima (percussão)
    Robertinho Silva (percussão)
    e as “Novas Levadas” (um novo grupo de 5 percussionistas mulheres)
    Reconca-Rio (grupo de Samba de Roda)
    Rudi Berger (jazz violin)
    Sidney Mattos (tecl, multiinstr e parceiro de Messias)
    Tomás Improta (piano)
    Vanessa Meireles (voz e coro)
    Yuri Popoff (baixo, violão)

  9. Respostas para “Mestre Messias (1942-2011)”:

    http://andreluiscamara.wordpress.com/2011/02/28/mestre-messias-1942-2011/
    .
    .
    Eugenio Malta Disse:

    03/03/2011 às 11:49 | Responder

    Messias e eu fizemos parceria de inumeras musicas (cento e tantas…) durante os anos 60 em Juiz de Fora/MG. Algumas foram gravadas por Rosinha de Valenca, Leny Andrade e Alex Oliveira ( na Espanha ). Participamos de varios festivais ( Juiz de Fora, Cataguases…), inclusive na Grande Chance do Flavio Cavalcanti. Algumas delas estao no site http://www.recantodasletras.com , juntamente com algumas letras sem as respectivas musicas. Messias era uma pessoa habitavel e um musico de alta qualidade.

    Eugenio Malta,
    hoje 3/3/2011
    .
    .
    Marcus Cremonese Disse:

    03/03/2011 às 21:57 | Responder

    Quando jovem (continuo tentando sê-lo até hoje…) todo brasileiro tinha que servir ao Exército. E foi durante meu serviço militar no quartel General da 4 Região Militar, em Juiz de Fora, que conheci o cabo corneteiro Messias dos Santos.
    Todo dia, ao meio dia, esfregando os olhos e bocejando, ele metia a boca na corneta para anunciar a chegada do general.
    Mas o bom mesmo do Messias acontecia depois do expediente. Deixávamos os uniformes num quatro alugado perto do quartel e partíamos para a vida. E a vida do Messias era a música.
    Um dos seus pousos preferidos era a casa do seu parceiro Eugênio Malta, na rua Antônio Dias. Por ali eu também ficava, horas e horas, ouvindo em primeira mão as composições deliciosas dos dois.
    Messias adorava uma pinga – e eu tenho que dizer o mesmo de mim. Logo, a música – e a pinga – entrava pela noite a dentro, donde a sua dificuldade em se manter sóbrio, na posição de sentido, em pleno meio-dia, para tocar sua brilhante corneta. Refazendo a frase, brilhante era ele.
    Vim morar no exterior há mais de vinte anos e nunca mais vi o “Micía”. Só soube dele através de emails de amigos. Toma uma de Cataguazes aí por mim, Micía!

    Marcus Cremonese
    .
    .
    Elcio Costa Disse:

    04/03/2011 às 0:28 | Responder

    Lamento profundamente pela notícia.
    Lembro-me claramente da pessoa especial que era o Messias, em suas andanças aqui em Juiz de Fora. Compositor e violeiro, junto de uma turma maravilhosa que enriquecia os festivais de música de Juiz de Fora. Certamente que ele já deve ter encontrado um ótimo lugar para tocar, no outro mundo em que vive agora. A todos seus amigos um abraço do

    Elcio Costa
    .
    .
    Vera Lúcia Ciuffo Disse:

    04/03/2011 às 22:59 | Responder

    Quando falamos em Messias, me remeto à Rua Antonio Dias em Juiz de Fora, casa de seu parceiro Eugênio Malta, onde entre papos e goles, escutávamos música de primeira linha e sorvíamos sopa de cebola preparada por sua companheira Astrid…
    Messias me traz lembranças boas de minha juventude, de sua música com Genin sendo tocada no palco do Cine Theatro Central no primeiro festival de músicas daqui e ao lado de Sueli Costa e de meu pai Ernani Ciuffo tornaram aquele espaço mais alegre em plena ditadura, onde até respirar estava meio proibido.
    Ainda ouço seu Boi Tatá , Abre Chão e tantas outras que compunha com Eugenio e que cantávamos a plenos pulmões nas madrugadas juizforanas
    Perdi o Messias de vista…tive noticias da morte de Astrid através de amigos e agora soube pelo próprio parceiro de então que ele foi tomar sua dose final em outro plano.

    Um brinde ao Messias! Viva o Messias!
    .
    .
    Marília Disse:

    08/03/2011 às 0:36 | Responder

    Conheci Messias na PUC. Eu tinha 21 anos, recém expulsa de casa, e ele 34!
    Eu estudava Letras, ele, História. Eu dedicava-me aos sonhos e ele passou a fazer parte da minha dedicação.

    O amor nos pegou. Ficou sério. Tive medo, mas fui. Ser feliz.

    ” O neguinho gostou da filha da madame
    que nos tratemo de sinhá
    Sinhazinha tb gostou do neguinho…(…)
    Sinhazinha foi morar lá na colina
    Com o neguinho que é compositor”

    Na colina, vivemos a mais linda história de amor. “Micia” mostrava-me um mundo sem porteiras…Muitas histórias, muitas canções, tudo colorido! Nós fomos felizes! Muito felizes!!!

    Esta felkicidade não deixou que nos afastássemos nunca. Permanecemos amigos por toda a nossa vida. Com ele aprendi o signiicado da beleza em todos os seus tons e em todas as suas nuances.

    Sou muito grata à existência por ter me proporcionado encontro tão profundo com este Messias tão delicadamente nobre!
    .
    .
    Sueli Costa Disse:

    10/03/2011 às 18:58 | Responder

    O Messias doi morar “lá na colina”? Deixou pra gente , além da sua música bonita, o seu sorriso inesquecível.
    abraços,

    Sueli
    .
    .

    André Luís Câmara Disse:

    10/03/2011 às 19:22 | Responder

    Sueli,
    No fim do ano passado, voltei de Brasilia no mesmo avião que você. Não sentamos lado a lado, mas perto o suficiente para me dar vontade de cantarolar algumas das suas belas canções que sei de cor. No entanto, mantive-me calado. Quem sabe, se puxasse conversa, acabaríamos falando do Messias. O sorriso dele é o que mais fica na memória de todos. Você certamente há de gostar das faixas que ele deixou gravadas. Vamos torcer para que o CD, ainda inédito, seja lançado em breve.

    Um abraço grande.
    .
    .
    Marília Disse:

    11/03/2011 às 0:48 | Responder

    Obrigada, Sueli.
    Vc era também personagem daquelas histórias… Falava, com admiração, de tua obra e, com amizade, de tuas dores de amor…
    Falava-me da dureza daqueles dias e da felicidade qdo pintava algum e vcs saíam a curtir até acabar o dinheiro. Morria de rir com seu sorriso largo.

    Um beijo para você.
    .
    .
    Ronaldo Werneck Disse:

    14/03/2011 às 15:02 | Responder

    Re: MESSIAS DOS SANTOS

    From:
    Ronaldo Werneck

    View Contact
    To: Eugenio Malta
    Caro EuGENIN,
    soube no dia, mas infelizmente não pude ir ao Rio (estava com muito trabalho
    aqui em Cataguases). Estive com ele no Rio, em Santa Teresa, há cerca de
    dois anos, quando foi lançado um filme que fizeram em sua homenagem. Não nos
    víamos há muitos anos e foi uma festa nosso reencontro.
    Uma pena. Ou seria um violão (a menos)?

    Abraços, Ronaldo
    .
    .
    Pedro Lessa Disse:

    15/03/2011 às 16:48 | Responder

    DE PEDRO LESSA PARA MESSIAS DOS SANTOS/AMIGOS E CONHECIDOS

    Amigo Messias
    Agora que V está em outro plano
    gostaria lhe pedir que olhasse por nós.

    Nos lembrasse de não deixar passar
    quando VIVOS -os presentes próximos
    para o passado.distante..

    Que me perdoasse pelo tempo
    que passei sem lhe procurar
    pelas cervejas que deixamos de tomar

    Mas, guarde umas geladas aí,
    pois tudo é questão de tempo
    e todos vamos
    depois chegar

    abraço carinhoso
    Pedro Lessa

    =======================================
    Amigos, o passamento de Messias dos Santos
    neste início de 2011
    me fez pensar sobre a vida
    nossa frágil idade
    e sobre
    os amigos que conheci
    porque eram amigos da musica.

    Naquele tempo
    fim dos anos 60, início dos 70
    TPM era apenas “Tudo pela Música”.

    Foram muitos amigos,amigas
    com alguns fizemos música
    com outros partilhamos
    momentos importantes
    de minha vida e em muitos casos
    de nossas vidas

    Seria injusto listar todo sem errar
    além de Messias
    sem esquecer algum
    Fosse
    RuyMaurity,José Jorge e (seu amigo Claudio Sears),NelsonAndrade, MarcosSalvador,LuciaBello, Aparecida,Guacira,Suzana,Lurdinha,Gilberto,Daniel,Silvio Silva Jr, AudirBlanc,EugenioMalta,CarlSergio,Fabíola,RonaldoWerneck,BiaBedran,VictorLarica,ClaudioAraujo,José Rodrigues-”Rodrix’,GutoGraça,AntonioChrisóstomo,AtaulfoAlves,Clementina de Jesus,JosédeBarros,JoséTavares,Ernesto,RaulCordula,AntonioAdolfo,TibérioGaspar,VitorManga,RildoHora e tantos amigos que se juntavam no BarManifesto/Leme.e depois no “Beco da Fome’.

    è Fácil errar!! não é ?

    Facil esquecer a quem temos menos contato ?
    MariliaAlvin,Amaury,Leontina,Heloisa,Beba,Sonia e Rubens

    a todos que consegui os endereços de mail ou fots
    um Abraço Eletronico

    Pedro
    .
    .
    marcelo antunes Disse:

    23/03/2011 às 12:01 | Responder

    Mesias homem do terra, assim o tratava, pessoa de gestos nobres, delicadamente como foi tratado em seu curta” delicadamente nobre”. Na verdade mesias se definie como puro ato revolucionário da criação nômade, sem lenço sem ducumento, uma artistida dos instantes das circularidades do tempo, uma contra cultura contra o tempo linear, o tempo crionologico inquerido pelo sistema produtivio capitalista dos tempos modernos, ficar na companhia de Mesias era uma experiementação fora de si, uma estar fora nas superficies de contato com os encontros e com a vida, um exercício de estar mais vivo, como o mesmo definia na terra em suas vicissitudes do bem, do amor e da produção de um outros sentido extra moral como NIetzschianamente conversar com Mesias, talves os tragicos, os dionizios e o super homem personagem conceitual criadop por Nietzsche nos ensina o despreendimento do mestre Mesias em se tratando de uma existencia como obra de arte, assim eu o sentia em sua pulsação de vida e vontade, agora como diria o filosofo Gilles Deleuze, são os corpo morrem, a vida não”.
    Fica meu eterno afeto transvalorado no instante extraordinário onde nos conhecemos nos cantim de Santa Teresa onde nos encontravamos nbos afetamos e nos potencializamos em torno da alegria e a potência dos bons encontros.

    Marcelo Antunes – Morador de Santa e amigo de Mesias dos Santos.
    .
    .
    Nelson Andrade Disse:

    31/03/2011 às 9:55 | Responder

    Fiquei sentido com a morte do Messias, bom companheiro daquela época da Gustavo Sampaio. Passou um filme na minha cabeça ao ler seu texto agrupando toda aquela turma. Eu e Jorge, demitidos do
    GBOEx, para o bem da “redentora”, desfrutamos um longo tempo o “TUDO PELA MÚSICA”. O bar do careca, o pub da Valesca, o sereia do Leme, o beco da fome, a roda de
    violão na igrejinha e na praia etc.etc. A Lindenalva, a Madalena o Kleber.

    Uma recordação forte e uma imagem viva.
    .
    .
    angela Disse:

    01/06/2011 às 6:06 | Responder

    procurava por ele a varios anos…foi meu professor de violao nos final dos anos ’70 …e agora que encontrei, descobrì que nao està mais entre agente …ele se foi 26 de fevereiro 2011

    …un abraço Mestre Messias, voce colocou alma brasileira em meu coraçao

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.